dezembro 21, 2006

As coisas que me põem louco de TESÃO

Sendo homem, sei perfeitamente que não é difícil ficar de pau feito, com a tenda armada ou pronto para pintar o poste... porém, como qualquer homem pode confirmar, há tesões e TESÕES.

As tesões comuns são aquelas que aparecem quando simplesmente nos apetece "bater uma" e satisfazem-se facilmente com exactamente isso... com um bom jogo de pulso. Não perdemos muito tempo com elas. É simplesmente a busca pelo orgasmo rápido, do tipo 1,2,3, muitas vezes só para matar tempo e que termina com o belo som do autoclismo a funcionar. Isto de romântico ou belo não tem nada. Isto é só e unicamente uma manutenção funcional do equipamento. O único objectivo é só este: o esvaziar dos tomates. É primitivo mas sabe sempre bem.

Porém, do outro lado do campo temos a razão das manutenções regulares: aqueles doces e longos momentos de TESÃO. Estes momentos só são conseguidos por aquele grupo de felizardos, do qual eu faço parte, que conseguiram encontrar a pessoa certa na vida deles, a chamada cara metade, ou alma gémea, ou a Yang do Ying, a Julieta do Romeu, a Minie do Mickey, a Carolina Salgado do Jorge Nuno, a.... esperem... risquem este último exemplo porque estes dois indivíduos não pertecem ao leque dos comuns mortais... sinceramente nem sei a que leque pertecem... ao das amibas sulfurosas da quarta lua de saturno? Talvez... mas o que eu quero dizer é que para mim essa pessoa é a minha Lady. A razão pela qual o GF (Grupo de Felizardos) necessita das suas caras metades é que sem elas nunca conseguiria atingir esses momentos de Nirvana, de beleza divinal e nos quais todo o mundo desaparece à nossa volta. Bem, algumas drogas também têm esse efeito, mas, entre os especialistas, esses momentos são conhecidos por momentos de TeSÂo, os quais, se forem abusados, poderão dar origem aos momentos de pendurão, se é que me entendem.

Continuando... só a Lady me consegue elevar a esses momentos, porque só ela sabe, domina e controla as coisas que me põem louco de TESÃO. Vou-vos explicar como isto é conseguido em alguns passos:

1º passo: a Lady consegue-me despir só com o
olhar... "NAHH!!", dizem vocês. Mas é verdade, meninos... embora não quero com isto dizer que ela me arranca a roupa do corpo só com esse olhar... nada disso... se isso fosse verdade já a tinha posto a render num qualquer programa da TVI. O que eu quero dizer é que o olhar dela me atravessa até à alma. Ela vê-me tal como eu sou, com todos os meus defeitos. Resultado: eu abro-me sem inibições... este é o 1º passo para a TESÃO;

2º passo: os lábios da Lady.... ah, os lábios carnud
os da Lady. Foi uma das primeiras coisas que me chamou a atenção ("Ó atenção?!", momento teatral...). Beijos divinais, dão vontade de mordiscar durante todos aqueles joguinhos de preliminares... são lindos, suaves e deliciosamente excitantes. Adoro senti-los em todo o meu corpo... e que belos broxes. Eles são o 2º passo para a TESÃO;
3º passo: aquele rabo lindo, principalmente naquela
s tanguinhas que me fazem babar. Adoro passar as minhas mãos ao longo do rabinho redondinho da minha Lady. Adoro dar-lhe umas belas dentadinhas e ouvi-la a gemer com isso. Adoro dar-lhe aquelas palmadinhas mesmo como ela gosta. É o meu 3º passo para a TESÃO;


4º passo: as belas mamas redondinhas que tens, Lady. Adoro vê-las de todas as maneiras: através desses teus lindos decotes que me fazem praticar o sneek-a-pick, dentro dos teus lindos sutiãs, apertadinhas uma na outra e a convidarem-me para as meter na boca. É o meu 4º passo para a TESÃO;

5º e último passo: a Lady em si mesma. O seu corpo, a sua inteligência, o seu sorriso, as suas palavras... ela. É a minha TESÃO.

E pronto, meus caros. No meu caso basta juntar estes 5 ingredientes e tenho a minha
TESÃO. Com ela, eu e a Lady temos as nossas FOTC (Fuck Of The Century)... e é tão bom.....

E vocês... têm a vossa?

Depois da sabática...

Temos estado muito ausentes, eu sei. Na verdade, tanto eu como a minha Lady não temos andado com muito tempo este nosso espaço... mas o ano novo está ao virar da esquina... e com ele vem uma vida nova para o Lu.

Por isso, esperem por nós.

novembro 16, 2006

Cantinho da Cultura

Depois de uma ausência prolongada por motivos relativamente alheios à minha pessoa, acho que me fica bem começar com um bocadinho de cultura, até para dar a este blog um ar de respeito e fugir da conversa da foda e do apetece-me ser penetrada até às entranhas.

Num longinquo fim de semana, eu e o Mr. decidimos fazer ponte (ah ah) e espairecer por ares transmontanos e estes ares devolveram-nos alguns neurónios, o que nos permitiu ter conversas intelectuais (para além de terem inspirado uma sessão de fotos para a qual tinhamos sido previamente picados por certas e determinadas pessoas).

Uma dessas conversas recaiu sob o controverso tópico "È ou não a Cosmopolitan uma boa revista para gajas?". No seguimento do profundo debate ideológico que ocorreu entre nós e da concomitante troca de galhardetes, decidi, a bem de toda a comunidade masculina, expôr a verdade nua e crua sobre as revistas ditas femininas....

"nós gostamos de vêr estas revistas mesmo sabendo que são uma bosta"*

Este é o princípio básico da coisa. Mesmo que a gaja adopte uma postura do "ah e tal, isso é só futilidades eu não gosto de lêr parvoices", não há revistinha do cabeleireiro que escape a uma espera de meia hora ou de 5 minutos (quando não é seguido de comentários desdenhosos partilhados com as cabeleireiras/esteticistas).

No entanto, também há níveis e claras diferenças entre as ditas revistas que importa conhecer, bem como o contexto apropriado para as folhear. Para simplificar a coisa (afinal, para muita gente, este é o primeiro contacto com este universo tão vasto), vamos dividi-las em 5 espectros:

O espectro Maria

Caracteriza-se por meia duzia de cusquices sobre a vida alheia, com preferência pelas histórias de faca e alguidar e por títulos de cores fortes com estrelas e pontos de exclamação. Para além disso, aborda essencialmente assuntos que toda a boa dona de casa (com bigode descolorado, pantufas com um ou outro pom-pom compradas nas lojas dos chineses) deveria dominar: receitas culinárias (para perder peso, evidentemente), "como ser uma louca na cama"/"como deixá-louco" (se o "ele" for um tipico portuga de pelos no peito, crucifixo e unhaca é uma cena que não deve ser imaginada...com a musica da Floribella como pano de fundo...aaahhh), como perder 15kg numa semana e, claro está, o conto erótico...onde uma "leitora anónima" dá largas à fantasia e divaga sobre "o membro duro do Afonso Eduardo a penetrar a gruta de prazer da Estrela Margarida...". O clássico consultório dispensa apresentações.
É comparável ao Tal&Qual/O Crime, em termos de jornais.
Rende pouco, porque geralmente a paciência tem limites, mas tem muitas imagens e pouco texto e é frequentemente utilizada como anti-depressivo (pode, no entanto, ter o efeito inverso, se se começar a pensar no estado dos portugueses; deve ser lida acompanhada, para poder comentar).

O espectro Nova Gente/TV Guia

A imagem de marca é a vida dos famosos dos programas de TV. Mais sóbria que a Maria, apresenta a informação relevante em pequenos textos de leitura fácil (dois artigos demoram, em média, uma meia perna em depilação, sem contar com pinça) com imagens explicitas. A miséria alheia é bem documentada (famosos com celulite, ou com as cuecas da avó visiveis), o que permite um levantar da moral em dias mais negros. Tem a vantagem de podermos ver o filme que dá nessa noite enquanto esperamos que alguém nos tire as cutículas. O habitat típico é o cabeleireiro de bairro.
Em termos de jornais, pode ser equiparado ao 24Horas (é bom para lêr os títulos).




O espectro Caras/VIP/Hola!


Básicamente são fotos de gajos ricos/que querem aparentar que têm massa nas suas casas cheias de dourados, com os filhos em escadinha vestidos de igual. A Monarquia Espanhola domina a cena, se bem que os nossos Sousas d'Andrade ou Betencourt de Mello também paguem para lá aparecer. Equivale aos classificados do Diário das Beiras. Não é recomendado.


O espectro Cosmopolitan/Mulher Moderna

Sim senhor, já tem algum interesse intelectual: apresenta propostas de moda relativamente "usáveis", bem como uma vasta gama de produtos de beleza a preços acessiveis. Geralmente há uma entrevista traduzida para postuguês com um moço bem parecido e com imagens A4 desse belo espécime e não faltam os conselhos para se ser uma mulher feminina do século XXI: desde "como exigir que ele lhe dê prazer" a "vingue-se dessa cabra sua colega que faz olhinhos ao chefe". Conta ainda com uma secção de passatempos em forma de testes que revelam a sua personalidade. Infalível. É o Diário de Notícias das revistas femininas. Boas para momentos de espera prolongada, tipo dentista (convém levar, porque o dentista geralmente possui apenas revistas sobre dentes e gengivas...).

O espectro Vogue

Muita moda, pouco texto, muito dinheiro e muito peso. Para quem gosta meeeeesmo de moda ou está a procura dum bom corte de cabelo. Tipo o suplemento de Economia do Expresso. Só mesmo para quem gosta.






Finda esta breve exposição, que revela a riqueza e a variedade das revistas de gajas, e como imagens valem mais que mil palavras, vamos tentar perceber o que os homens gostam nas suas revistas...




*exceptuam-se aqui (na parte de discernirmos que são uma bosta) os casos das pessoas que efectivamente compram revistas do espectro da Maria

NOTA: Este post não pretende começar uma daquelas guerras de sexos tipo "a-minha-revista-e-melhor-que-a-tua"...é só uma boa piada...quer dizer...uma piada razoável...pronto...assim fraquinha...completamente falhada!

Desafio

Parece que fomos desafiados pelo Noivo a dizer cinco das nossas manias... Acontece que já há uns tempos tinhamos sido apanhados por esta corrente! De qualquer maneira, aqui fica o post que fizemos na altura :)

".....Sendo assim, e com o regulamento que pode ser visto, por exemplo, nos 2 diários, eu (Mr. Pong) vou escrever as manias da Lady e ela as minhas... ui ui.....

As manias dela:

1- A Lady é uma adepta ferranha do 'Semear o pintelho': onde quer que esteja, a possibilidade de meter a mão para dentro das calças para retirar um destes muy nobres pelitos é bastante grande. Já lhe expliquei que nenhuma árvore ou arbusto vai nascer disto... mas ela continua sempre: no meu carro, pintelho para fora; na cama, pintelho para fora; no sofá, pintelho para fora; no restaurante, pintelho para fora; no cinema, pintelho para fora.... e por ai além Update: a minha esteticista não tem deixado muito que isto aconteça...

2- É incapaz de se sentar como as outras pessoas: no café, lá está ela: perninhas cruzadas em cima da cadeira, ou pernas flectidas e pés na cadeira; no carro, quando não está a conduzir (felizmente): perninhas para cima do tabliet, rabo perto de onde o banco termina para conseguir estar basicamente deitada no banco. Isto foram só dois exemplos, mas ela tem bastante flexibilidade para se sentar na posição que quiser... e eu não me queixo dessa flexibilidade, para dizer a verdade... e depois diz que lhe doem as costas......

3- À noite, pede-me um pão e uma chávena de leite... nunca bebe o leite todo e é raro comer o pão até ao fim: chama-se a isto mais olhos que barriga, gula ou o quê? E ainda por cima deixa sempre a chávena meio cheia no chão. E aqui o Mr quando se levanta do sofá tem que cuidadosamente fazer o percurso de obstáculos, entre chávenas e cinzeiros cheios...Update: Já não há cinzeiros!!!

4- Sempre, ou quase sempre, que eu atendo o telefone ela imita o que eu normalmente digo quando atendo um amigo: 'Ugh! Atão pá! Tudo bem? Conta lá... ya... ya... ya... ok mex! Depois dou lá um salto. Hasta mex!' - serei sempre tão monótono ao atender o telefone? Prefiro nem saber.... =)

5- Sempre que lhe acontece uma coisa boa ou que recebe um telefonema com uma boa noticia, faz a 'Victory Dance': e isto, vocês leitores, têm de imaginar - independetemente do sítio, se alguma das hipóteses enumeradas acontece lá está ela: em pé, com os bracinhos com as mãozinhas para fora a abanar alternadamente enquanto mexe aquele belo rabinho de um lado para o outro e com o tronco a fazer de pêndulo da esquerda para a direita - aka Victory Dance

... e agora é a vez dela... e acho que as minhas manias são bem piores!
----------

As manias dele:

1- O Mr. deixa sempre tufos de cabelo/barba maiores quando o corta/a faz: é uma ciência exacta, sempre que o Mr. resolve cortar o cabelo, sempre em casa, eu já sei que vai chegar ao pé de mim com umas partes do cabelo maiores que outras, assim tipo antenas de comunicação com o espaço exterior; o mesmo se passa com a barba, fica toda feita menos pequenas àreas com pelos...


2- A falar com empregados de sítios (restaurantes, lojas, etc) muda o tom de voz para algo do género "senhor-muito-educado": não dá bem para explicar por escrito, mas o Mr. fica sempre muuuuuuiiiito cortês, diz "se faz favor", "muito obrigado", "obrigado eu", etc. num tom de voz particular. Para quem dois minutos antes estava a arrotar alarvemente ou a dizer um foda-se saido da alma é uma transformação impressionante! E a falar de coisas importantes, com quem quer que seja, expressões arcaicas do género "e tudo mais", "quando acontece algo"; por outro lado, a falar de coisas triviais, "fala, fala, fala" e não diz nada, por exemplo: "oh pá, é naquela, é um bocado coiso mas pronto"

3- Papeis do multibanco, recibos, talões da caixa do Pingo Doce, etc: São todos guardados na carteira durante meses....não percebo porquê.

4- Ritual da dobrinha: na altura de ir para a cama, o Mr. deita-se, puxa primeiro o lençol até lhe tapar a cara (fica todo lá debaixo), depois o cobertor, depois o resto que haja em cima da cama e depois dobra meticulosa e cuidadosamente o lençol por cima das outras coisas, para ficar com a dobrinha perfeita. Vá-se lá saber porquê....o que vale é que eu durante a noite lhe estrago os planos porque me mexo toda e estraga-se a organização dos lençóis!

5- Ainda na cama, o Mr. não dorme com os pés como as outras pessoas: Segundo a teoria do Mr., a posição "natural" dos pés é com eles como se estivesse de pé, meios dobrados nos tornozelos. Portanto, quando uma pessoa se deita e apoia a parte de cima do pé na cama, o pé não está na posição certa, pelo que ele se chega para baixo na cama para ficar com os pés de fora, dobrados pelos tornozelos...


Acho que é isto...caminhamos a passos largos para a insanidade!!"

outubro 12, 2006

Desafio da Ninfa & Machine

Pois é, meus caros... que bela ideia tiveram. Sempre nos proporcionou uma bela sessão de fotografia aqui dos vossos, em Vila Real, seguida de uma bela foda como a gente gosta (plug anal e tudo).

Mas, voltando ao tema em questão, o Desafio, este nosso post é unicamente para apresentar as 4 fotos que candidatámos a este doce concurso. Eu e a minha Lady não nos conseguimos decidir numa que fosse a preferida dos dois.

Assim, aqui vão elas:
- A preferida do Mr:


- A preferida da Lady:

- As que ambos gostamos:

Os nossos caros amigos noctivagos seleccionaram esta última entre as 4 que enviámos, porém deram-lhe um ligeiro toque no PhotoShop para aumentar a nitidez e luz. Malandros. Eu gosto mais da original... parece-me mais... misteriosa (?). =)

Parabéns à Ninfa & Machine pela ideia... e parabéns pelas fotos, meninos. Estão bastante boas.

Vou falar com a minha Lady para ver se fazemos um post com algumas das fotos mais picantes do fim de semana, incluindo até uma foto de uma figura rupestre de Foz Coa de dois cavalos a pinar... segundo o que disse o nosso guia... os "homens das cavernas" também sabiam o que gostavam - de cavalos, pelos vistos.

E aqui me despeço... tenho que ir fazer pela vida. Até um próximo post, deixo-vos uma pergunta: qual destas nossas 4 fotos gostam mais?

PS: Ninfa & Machine - já ficou decidido qual o prémio para a vencedora?

outubro 03, 2006

Será que ainda estamos vivos?

Tenho que admitir que, face à nossa longa ausência, se eu fosse um de vocês que nos leiem começava a pôr em causa a nossa, minha e da Lady, existência:

Será que a Ping e o Pong realmente existem?
Será que o Lu é mesmo aquele bulaquinho que nos dá tanto prazer?
Será que o Marco Paulo ainda frisa o cabelo?
Quem é a minha mãe?
Onde está o meu piriquito?

Bem, quanto às três primeiras perguntas posso ajudar:
Sim, ainda existimos... e digo isto com a memória preenchida dos gemidos de prazer da Lady a brincar com o nosso precioso plug anal. E isto também quer dizer que já prosseguimos com as nossas prospecções anais (bem... não é o melhor uso de palavras....) e com bastante prazer. Mas quero-vos pedir desculpas pela nossa ausência... eu sei que já não conseguem viver longe de nós! Nos últimos tempos, tanto eu como a Lady tivemos algumas mudanças na nossa vida profissional, mudanças essas que nunca se fazem rapidamente.

Sim, é... o Lu é mesmo o cerne de todo o prazer e, porque não do universo até. Até parece que o próximo documentário do Michael Moore vai tratar da importância do Lu no combate à mediocridade e ignorância de certos lideres mundiais. Há quem diga que o Einstein viveu toda a sua vida a pensar que deveria haver algo maior e para além da sua relatividade... ele, sendo o visionário e cérebro que era, provou que deveria existir o Lu e com ele se encontrava o equilibrio entre todas as coisas. Poucos sabem isto, meus caros e o que vos revelo de seguida pode abalar todo o vosso mundo... a fórmula e=mc^2 não acaba aqui. Devido opressões, Einstein viu-se obrigado a esconder parte da sua descoberta, que foi:

e=mc^2=Lu

É evidente, pelo menos para mim, que uma revelação destas na altura errada poderia conduzir à extinção de toda a nossa raça, exceptuando talvez o Zé Zé Camarinha e o Castelo Branco... esses nem os virus os querem.

Não... o desgraçado do Marco Paulo, depois de décadas na ribalta da música portuguesa, com todas aquelas operações capilares de modo a que ficasse com aquele afro lustroso, destruiu todas as fundações das suas pilosidades. Esse já não frisa nada.

As outras questões têm que ser respondidas por vocês, meus caros. Porém, já têm o conforto de saber que tanto eu como a Lady ainda por cá andamos, que ainda por cá fodemos com a fome que sempre tivemos, que ainda por cá nos deliciamos um com o outro.

Sem mais, de momento. Até já.

PS: espero que gostem da nossa nova cara

agosto 30, 2006

Férias II



A ilha da Madeira é um antro da queca!
(e tentam esconde-lo com coisas "normais" como uma "sociedade de advogados", mas com nomes destes...)

agosto 16, 2006

Férias I


Nós não queríamos... mas depois de ficarmos hospedados em tal sítio tivemos que nos render..."em Roma, sê romano"!

agosto 12, 2006

Eu já voltei...

... mas ela ainda não... e quero-a!

Quero beijá-la com todo o meu calor e tesão

Quero ver o corpo dela à minha frente.

Quero aproximar-me dele

Quero vê-la a gemer de desejo

Quero passar-lhe a língua pelo pescoço e senti-la a estremecer

Quero passar as minhas mãos ao longo do corpo dela


Quero sentir o seu calor


Quero brincar com ela

Quero senti-la nos meus dedos

Quero que ela me chupe

Quero fode-la como ela gosta
Quero que ela se venha

Depois... quero tê-la nos meus braços e quero que ela saiba o quanto é importante para mim... a minha Lady.

Tenho saudades, linda....